mudaja

Meu novo grupo de iguais…

Não, querido leitor, você não precisa jogar tudo para o alto e ficar irreconhecível até para seus parentes mais próximos! É mais simples do que se pode imaginar. Mas será que você conseguiria mudar sua vida através de um simples hábito? Se você tem dúvidas, leia este texto e experimente. Gostaríamos de te convidar para ser o cobaia! Topas?

#1- Descubra seu grupo de iguais: somos animais sociais e o desejo de conexão com os outros é algo natural. Desde jovens trabalhamos duro para sermos aceitos socialmente no grupo. Portanto, para ser feliz precisamos sentir que ocupamos um lugar no mundo. Até aqui, tudo bem! O problema está em tentar pertencer ao grupo errado, ou seja se você é agitado, não conseguirá pertencer a um grupo “paradão”, entende?

IMG_5716-vertp

#2 – Qual sua principal qualidade? Para descobrir que tipo de pessoa você é não hesite em pedir ajuda. Escolha umas sete pessoas que te conhecem muito bem e pergunte a elas o que elas mais admiram em você. Não precisa ser nada formal. Mande mensagem no “whats app” ou apenas ligue. Não deixe a pessoa pensar muito, tem que ser espontâneo. Você irá se surpreender ao descobrir que talvez nem saiba ao certo sua melhor qualidade.

IMG_5650-vertp

# 3 – bolando um novo hábito: a verdade é que fazemos muitas coisas em nosso dia a dia sem nem perceber que estamos fazendo. Isso se chama “hábito”. E hábitos podem ser criados a qualquer momento. Se você já tem uma noção do tipo de pessoa você é. Então agora precisamos descobrir que ajuda você precisa? Veja a tabela de exemplos abaixo e crie sua premissa:

Exemplo: eu valorizo minha família – vou começar a ligar para um parente novo semanalmente. Parentes distantes são uma caixinha de surpresa e às vezes é muito gratificante retomar o contato com entes perdidos no espaço sideral.

Exemplo: eu adoro as novidades eletrônicas – vou começar a buscar um site, uma comunidade ou um grupo para interagir sobre meus temas preferidos.

Exemplo: sou muito antenada nas últimas tendências de moda, vou me inscrever em um curso relacionado a isso.

O importante é traçar um plano para  interagir com pessoas novas. Lembre-se que nosso foco aqui é descobrir novos grupos de iguais, ok?

IMG_5578-vertp

Prazo: nunca se esqueça que o “para sempre” sempre acaba e todo mundo sabe disso. O transitório é bom e não devemos ter medo de fazer as coisas por um curto prazo de tempo. Portanto, escolha uma meta, um curso ou um evento que seja curtinho, isso torna tudo mais leve e fácil. Se ficar em dúvida, tente estabelecer metas de 30 dias. Quando você sentir que está funcionando, vai ficar motivado a seguir criando novas metas desse tipo!

Não podemos evitar nosso desejo de estabelecer conexões sociais, mas essas conexões foram similares ao nosso modo de ver o mundo, ficará muito mais prazeroso pertencer ao grupo. Foque na mudança!!

Fotos de Lucylla Alexandre, tiradas no Colégio Passionista Santa Gema, junto com os alunos, especialmente para nossa revista!