donald-trump

Os Estados Unidos tem um novo representante

Como todos já devem ter visto, os Estados Unidos da América já elegeu um novo presidente. Donald Trump passou por cima de toda a desconfiança da população e da mídia e venceu a corrida para um dos cargos mais poderosos do mundo. Ele assume o mandato apenas no dia 20 de janeiro, mas até lá devemos pensar sobre o que essa nova presidência representa.

Donald Trump é um empresário e conhecido por sua opinião forte e forma conservadora de pensar. Em seus discursos eleitorais ele fez muitas promessas que, aos ouvidos de muitos, pareciam grandes atrocidades, mas que para a maioria dos norte-americanos é uma forma de melhorar o país.

Trump prometeu que “se eleito” construiria um grande muro entre o México e os EUA para acabar com a imigração ilegal e que também aumentaria a fiscalização para deportar os imigrantes ilegais. Também disse que combateria o terrorismo, mas – de forma geral – seria um combate contra os mulçumanos.

Fora isso, o futuro presidente demonstrou ter pensamentos racistas e machistas. Mas com tudo isso, por qual razão ele ganhou tantos votos? Os Estados Unidos vivem uma crise financeira muito forte e a população acredita que Trump é o candidato perfeito para mudar essa situação.

Donald pretende diminuir as possibilidades de entrada no país e assim diminuir a disputa de vagas no mercado de trabalho com estrangeiros. Além de uma proposta de trazer de volta o Estado Americano dos anos 50, ou seja, com uma economia bem mais fechada e com menor relação financeira com outros países.

Como isso afeta o Brasil? Os Estados Unidos é um dos principais compradores dos nossos produtos de agropecuária. Se ele se fechar as importações, será uma grande perda econômica para o nosso país. Sem falar na possível elevação do dólar, que afetará grande parte do comércio de nosso país.

É preciso sim ficar de olho nas propostas e ações do novo candidato. Por sorte, o Congresso norte-americano não aprova todas as ideias do futuro presidente e isso diminui bastante o seu poder de ação. De nós, resta esperar para ver o que irá ocorrer com os nossos vizinhos e em nossa própria casa.