cancercapa

Câncer de próstata – Toque nesse assunto

Hoje é o Dia Nacional de Combate ao Câncer. A doença, que há muitos anos foi sinônimo de morte, hoje pode ser apenas mais uma batalha na longa jornada da vida. Assim como na maior parte das doenças, quanto antes for descoberto, maior é a eficácia. E ter acesso a informação sobre a doença é muito importante para alertar as pessoas sobre seus risco. Aproveitamos o mês de outubro e falamos sobre o câncer de mama e agora falaremos do câncer de próstata.

cancer

O câncer de próstata é a segunda maior causa de morte por câncer entre os homens, perdendo apenas para o de pulmão. Até o final de deste ano, mais de 61 mil novos casos da doença serão registrados no Brasil, segundo o Instituto Nacional do Câncer. A campanha Novembro Azul, criada pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, visa orientar a população masculina sobre a doença.

O movimento teve início originalmente na Austrália no ano de 2003, mas o Instituto Lado a Lado pela Vida que iniciou a abordar o tema no Brasil, com a campanha Um Toque, Um Drible, em 2008. Inspirados pelo outubro rosa, em 2011, nasceu a campanha Novembro Azul, que tem a missão de alertar os homens sobre a prevenção do câncer de próstata. Em sua 5ª edição com abrangência nacional, a campanha continua crescendo em todo o país.

Essa edição no vai ampliar sua abordagem., já que conseguiu consolidar-se por todo o país. O tema “De Novembro a Novembro Azul – Movimento permanente pela saúde integral do homem”, a campanha pretende orientar sobre o câncer de próstata e alertar o homem sobre a importância de cuidar de sua saúde.

Os bigodes são os principais símbolos da campanha – que também conta com o laço azul. A escolha do bigode foi pra representar a masculinidade, pois o principal problema da doença é que os homens enxergam o exame de toque com certo preconceito. Já que o mesmo é realizado por um toque interno na região do ânus, o que não faz nenhum sentido, pois se trata de um exame, como qualquer outro.

A Doença

A próstata é uma glândula pequena, quase do tamanho de uma noz, que só o homem possui e fica localizada logo abaixo da bexiga e à frente do reto. Além de ser a responsável por produzir parte do sêmen – que protege e nutre os espermatozoides -, também envolve a porção inicial da uretra, tubo pelo qual a urina armazenada na bexiga é eliminada.

Diferente do que ocorre com a maioria das doenças, a taxa de incidência é maior nos países desenvolvidos do que nos países em desenvolvimento. Isso porque, na maioria das vezes, o câncer de próstata tem desenvolvimento lento e alguns estudos mostram que cerca de 80% dos homens de 80 anos, que morreram por outros motivos, tinham câncer de próstata e nem eles nem seus médicos desconfiavam. Ou seja, a busca pelo diagnóstico é menor em países em desenvolvimento.

No Brasil, por exemplo, o aumento nas taxas de incidência pode ser parcialmente justificado pela evolução dos métodos diagnósticos, pela maior divulgação de informação e conscientização sobre a doença e pelo aumento na expectativa de vida.

Apesar do câncer de próstata ser considerado uma doença da terceira idade, já que cerca de três quartos dos casos ocorrem a partir dos 65 anos, os homens com mais de 45 anos devem fazer os exames preventivos uma vez por ano. Aqueles que têm casos na família devem começar os exames aos 40 anos.

Sintomas

O primeiro sinal que o câncer de próstata apresenta é a dificuldade ao urinar, no entanto, nem sempre isso pode ser sinal de câncer, pode ser tratar de uma hiperplasia benigna – que é o crescimento continuo da próstata, mas que não é cancerígeno. Mas, se sentir esse desconforto na hora de urinar, é importante buscar por um urologista, já que o diagnostico precoce é a forma mais provável de alcançar a cura.

Na fase avançada, pode provocar dor óssea, sintomas urinários ou, quando mais grave, infecção generalizada ou insuficiência renal. É de suma importância ir ao médico caso sinta, além da dificuldade de urinar, um aumento na frequência que vai ao banheiro – principalmente durante o sono, dor ou sensação de ardor ao urinar ou ejacular, presença de sangue ou sêmen na urina e que a urina está saindo em pequenas doses.

Tratamento

O tratamento pode ser feito através de radioterapia, cirurgia e/ou tratamento hormonal. A forma de tratamento varia de acordo com o progresso da doença, se há metástase e reação do organismo ao medicamento. Com tudo, a decisão de qual é o melhor método de tratamento deve ser tomada pelo médico responsável. Lembrando de quanto antes a doenças for descoberta, mais rápido e fácil é o tratamento.

No Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata – 17 de novembro – o Cristo Redentor foi iluminado de azul. Se você tem alguma familiar na idade de risco, use esse mês para incentivá-lo a estudar o tema e buscar um médico. Se você é homem e está enrolando para realizar os exames, saiba que existem outros meios, além do toque, ou seja, não há o que temer. Cuide da sua saúde, esse é o ato de maior hombridade possível.