rita ecaca

A moda nossa de cada dia

Todo mundo tem seu ícone de moda e quem marcou minha infância foi minha tia e madrinha Maria Rita Laino.  Maria Rita é formada em sociologia e já viajou o mundo inteiro em busca de novidades e tendências. Seu armário é um grande mosaico de culturas e épocas. Convidei-a para um bate-papo sobre a moda atual e ganhamos a participação especial do  cineasta Alex Moratto. Espero que gostem!

Moda hoje e a moda do passado?

Maria Rita: Antigamente era mais feminina, mais delicada. Hoje é muito arrojado. Lembro que usava muito vestido. Acho legal esse “vale tudo”. Mas para mim, a elegância sempre será uma regra.

Alex Moratto: Sinto que minha geração não tem um “look”. É como se fossemos roubando o look de várias gerações. Vale tudo mesmo! Uma vez acompanhei a entrevista da Nina Garcia, editora da Marie Claire,  falando que gosta da marca “Coach”, pois sabem observar as tendência da hora, sem perder a autenticidade.

azais sentado

Maria Rita: Na minha época de jovem tínhamos que seguir um estereótipo. Lembro que todos usavam boca de sino. A marca “Lee” era uma referência para minha geração. Hoje, a pessoa não precisa usar grife para estar bem vestida. Aliás, acho incrível quando vejo uma mulher super fina sem nada. Isso é um dom. Têm pessoas que você pode colocar ouro em pó, Channel, a melhor maquiagem do mundo e nada vai funcionar, pois o que diferencia a pessoa é o tipo dela. A elegância é natural, vem de dentro, é uma pose. Se não está dentro da pessoa, não refletirá no exterior.

Moda de rua ou de revista?

Maria Rita: Vejo muita gente estilosa na rua. Mas o que me chama a atenção são as pessoas que sabem combinar a roupa certa com seu estilo de corpo. É muito fácil vestir uma mulher com corpo de modelo. O desafio está em vestir a mulher normal. Hoje em dia, as pessoas parecem mais infelizes com seus corpos. Antigamente, a gente comia melhor e era mais saudável, isso ajudava um pouco na hora de se vestir.

rita laino

Alex Morato: O que me chama mais atenção é a moda de filmes. O último filme 007 é um exemplo clássico de roupas e figurinos lindos. Amei!

Vocês viajaram o mundo todo. Que lição aprenderam?

Maria Rita: Uma pessoa com classe pode pertencer a qualquer cultura.

Alex Moratto: Olhe o “Lookbook” e veja como cada pessoa se veste no mundo.

Mini-saia ou saia longa?

Maria Rita: Voto na mini-saia. Usei muito e acho que é tudo de bom! Não gosto de saia ou vestido no joelho. Prefiro roupa curta.

Cidade que inspira moda?

Maria Rita: Nova Iorque, Paris e Londres. Agora as asiáticas me surpreenderam muito… as japonesas são maravilhosas. Singapura é demais também!

Alex Moratto: Nova Iorque.

O que mudou na moda de rua?

Alex Moratto: Acho que a moda masculina anda meio “cafajeste”, não curto esse look.

Maria Rita: São muitas pessoas hoje. Ninguém mais olha ninguém. Você pode sair de qualquer jeito na rua, até de pijama e é OK. Mas, confesso que abomino o vulgar. Coisas vulgares são a antítese da moda e isso é atemporal.

recebendo tia rita

Fotos de Lucylla Alexandre, produção feita na KARE (SP).