halloweenxsaci

Dia das Bruxas ou do Saci?

Estamos chegando o final do mês e não podemos deixar de falar sobre ele: o Halloween e sua atual disputa com o Saci. Mesmo não sendo uma tradição brasileira, a comemoração do Dia das Bruxas tem ganhado cada vez mais adeptos. Em alguns lugares, inclusive, já temos crianças que se fantasiam e dizem “gostosuras ou travessuras” aos seus vizinhos.

halloween

A festa, no entanto, não tem sua origem em algo tão doce quanto a pureza infantil. Os povos celtas acreditavam que no último dia de verão do hemisfério norte – dia 31 de outubro – os mortos conseguiam retornar á terra e possuir os corpos dos vivos. Para se prevenir dos ataques, eram oferecidas oferendas aos espíritos. Claro que a comemoração de origem pagã foi condenada na Europa. Acreditava-se, na época, que as bruxas que quebravam a barreira entre os mundos, por isso o dia passou a ser conhecido como Dia das Bruxas.

No Brasil a data não tem nenhum significado religioso, já que a comemoração chegou – principalmente – através de filmes e cursos de idioma inglês. Mas como adoramos uma festa, logo nos apropriamos da comemoração e também nos vestimos de bruxas, zumbis, fantasmas, vilões de histórias em quadrinho e tudo o que for assustador.

hallosaci

Contudo, no ano de 2005, foi aprovada uma lei que tem como objetivo lembrar que nosso país também tem suas lendas e tradições culturais, por isso a sugestão é que o Halloween fosse trocado pelo Dia do Saci, dentro do ambiente nacional. Mas não é tão simples assim, porque vivemos em um mundo globalizado, onde tudo está interligado. Somos bombardeados de contos e filmes sobre o halloween o tempo inteiro, enquanto os nossos personagens folclóricos – que são muitos e riquíssimas histórias – são lembrados na infância e apenas no dedicado a ele.

Sem contar que o Saci Pererê, apesar de suas brincadeiras, é um guardião das florestas. Conta a lenda que quem entrar na floresta para buscar ervas deve pedir a permissão do Saci, caso contrário será vítima de suas travessuras. Acredita-se que sua origem tenha sido baseada em um índio e depois, com a chegada dos afrodescendentes no Brasil, ele se tornou um menino negro, de cachimbo, roupas vermelhas e com apenas uma perna, pois a outra teria perdido em uma roda de capoeira.

Além do Saci, existem muitos outros personagens folclóricos, como o Boto-cor-de-rosa, Iara, Boitatá, Negrinho do Pastoreio, Curupira, Mula-sem-cabeça, entre outros. Mas todos eles são personagens que existem com uma moral por trás. Seja para proteger os animais, os rios ou mesmo ensinar que não se deve mentir, algo bem diferente dos personagens do Halloween.

hafolclore

Apesar de – nos tempos atuais – existirem bruxas boas, fantasminhas camaradas e vampiros que brilham e não bebem sangue humano, os personagens originais – que são os ídolos da festa – eram maus. Frankenstein, Drácula, zumbis comedores de cérebro, a morte, esqueletos, lobisomens e bruxas más, com direito a verruga no nariz, vassoura e chapéu pontudo.

halloweenpersonagens

Não há como comparar uma tradição com a outra e também seria complicado uni-las. A comemoração do Dias das Bruxas, não foi imposta ao Brasil. Foi trazida e inserida pelos próprios brasileiros. Sendo assim, não basta criar uma lei que imponha uma comemoração. Mas vale lembrar que, apesar de bem diferentes, as duas tradições são validas e o importante é se divertir.