hippister x yuccies

Jovens Urbanos Criativos

Se as tendências de estilo ocorrem em ciclos, uma das mais marcantes nos últimos anos foi a onda hipster – que mistura tatuagens, barbas compridas e cheias, cervejas artesanais, entre outros pontos marcantes. O sucesso do look(e do lifestyle – estilo de vida) reverberam no dia a dia dos brasileiros, mas logo devem dar lugar a um novo representante: o Yuccie.

O termo nasceu da sigla YUC (de young urban creatives, algo como “jovens criativos urbanos”). Também conhecido como o neo-hipster, a tribo mantém muitos traços do estilo antecessor – principalmente no visual – pois as barbas, as boas roupas e as referências culturais nas tatuagens e estampas de camisas permanecem com força total –, mas com algumas diferenças cruciais, como grande utilização da tecnológica.

O sonho de todo Yuccie é enriquecer rapidamente sem perder a autonomia criativa. Mas, se tiver que sacrificar uma das duas opções, certamente será o dinheiro a ir embora. Não há nada de errado com um Yuccie que larga seu trabalho tradicional para se dedicar a algo que sempre amou fazer. Mas essas escolhas não são apenas um instinto empreendedor. O que eles realmente buscam é serem pagos por suas próprias ideias, no lugar de fazer algo que não se gosta.

Sim, provável que os yuccies não fiquem ricos, mas manterão sua “identidade” intacta, já que sua principal característica é baseada no lema “mereço viver do que eu gosto”. Mas quer saber, como podemos julgá-los? Todos nós adoraríamos viver do que nos dá prazer.

Ficou na dúvida se você faz parte desse grupo de pessoas? Então confira nesse site algumas coisas que são necessárias para ser um Yuccie.

hippister x yuccies