download (4)

Dan Brown: Um vício do bem

Pergunte a um apaixonado por história e livros sobre Dan Brown e descubra como um escritor pode ser amado. Mesmo que seja apenas o admirador de estórias, é bem provável que já se apaixone pelos livros do filho mais velho de Constance e Richard G. Brown.

images (1)

Dan Brown nasceu em 22 de junho de 1964 nos Estados Unidos e é um dos poucos autores que conseguiu colocar quatro livros simultaneamente na lista de mais vendidos do The New York Times. Motivo? Ele é muito bom.

Se você ainda não está ligando o nome ao tamanho sucesso, basta dizer que ele é o autor de O Código da Vinci (2003), que faz parte de uma série de livros protagonizados por Robert Langdon, um simbologista da Universidade de Harvard.

download (5)

Seus livros contam com aventura, romance, drama e muita cultura. Em seu último livro – O Inferno, 2013 -, por exemplo, a história rodeia nada menos que o livro A Divina Comédia de Dante Alighieri e também na tela de Botticelli – inspirada na primeira parte do poema de Dante – batizada de Inferno. Que também é o nome do livro de Dan Brown.

Além desses dois sucessos, Brown também foi sucesso de crítica com seus outros quatro livros – Fortaleza Digital (1998), Anjos e Demônios (2000) e Ponto de Impacto (2001), O Símbolo Perdido (2009) sendo que a partir de Anjos e Demônios, já começou a sequência de protagonismo de Robert Langdon.

Um fato interessante é que quase tudo que aparece no livro realmente existe. Caso você pesquise alguma informação descrita em seus livros, você descobrirá um mundo de outras informações e curiosidades sobre o assunto. Ou seja, cuidado para não surtar levando os feitos de Robert para o mundo real.

Outra coisa legal é que um dos principais personagens de seu best-seller O Código Da Vinci, Leigh Teabing, é uma homenagem aos autores de O Santo Graal e a Linhagem Sagrada, Richard Leigh e Michael Baigent (Teabing é anagrama de Baigent, contém as mesmas letras, em posições distintas).

download (3)

Caso você ainda não tenha se dado a oportunidade de conhecer Dan Brown, visite o sebo – ou livraria – mais próximo a sua casa e o faça. É uma leitura envolvente, daquelas que não te fazem querer soltar do livro. Só não pode nos culpar por te viciarmos em sua escrita.