elvisrockclube

Os 71 anos do Maluco Beleza

No último dia 28 o nosso querido Maluco Beleza completaria 71 anos. Muito mais que um músico, Raulzito era um filósofo  que nos passava incríveis mensagens com uma ótima melodia. 

Raul-seixas

Conhecido também como o “Pai do Rock”, Raul ainda hoje – mesmo 27 anos após sua morte – continua sendo referência para os novos artistas e fãs de boas músicas. Mesmo após sua morte, o cantor permaneceu na parada de sucessos.

Para celebrarmos essa data, decidimos separar cinco trechos que são mais que simples estrofes de músicas, são verdadeiros conselhos vindos de Raul Seixas. Confira!

Com ele aprendemos que é válido mudarmos de opinião e nossa forma de pensar. Que podemos sim ser inconstantes, pois isso pode nos fazer evoluir.

“Eu prefiro ser essa metamorfose ambulante, do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo”

Também descobrimos que dentro de nós tem um universo que conspira a nosso favor. Nós somos capazes de conquistar o que desejamos, basta que tenhamos crença nisso.

“Basta ser sincero e desejar profundo você será capaz de sacudir o mundo”

Foi com Raul que descobrimos que é bom ser louco, ser diferente, fazer o diferente. Ninguém é igual, respeitamos as diferenças.

“Eu do meu lado aprendendo a ser louco, um maluco total, na loucura real”

Raul nos ensinou que a morte caminha ao nosso lado, mas que não temo motivo para temê-la. Que devemos aproveitar a vida, pois não sabemos onde teremos nosso encontro com a morte.

“Cada vez que eu me despeço de uma pessoa pode ser que essa pessoa esteja me vendo pela última vez. A morte, surda, caminha ao meu lado e eu não sei em que esquina ela vai me beijar”

E por fim, que a solidão não é boa para ninguém. Que estar só é o mesmo que estar parado e nessa situação, não se chega a lugar algum.

“Aprendi o segredo da vida vendo as pedras que choram sozinhas no mesmo lugar”

Raul foi muito mais que um cantor, ele foi a luz das estrelas, a cor do luar, as coisas da vida, o medo de amar, o medo do fraco, a força da imaginação, o blefe do jogador. Ele é, ele foi, ele irá.

lapide-de-raul-seixas-no-cemiterio-jardim-da-saudade-em-salvador-1408580501742_956x500